Os conflitos sociais no âmbito do superendividamento e a mediação como forma de tratá-los

  • Mauro José Gaglietti
  • Daeane Zulian Dorst
Palavras-chave: Superendividamento, Sociedade, Consumidor, Conflitos, Mediação

Resumo

O estudo, realizado pelo método dialético e mediante a técnica de revisão bibliográfica, destaca o superendividamento dos brasileiros envoltos com necessidades reais, um significativo fenômeno que aparece associado a conflitos vinculados às práticas de consumo, que, por sua natureza, impactam na esfera da saúde pública e, por que não dizer, da vida privada de inúmeras famílias brasileiras. Neste contexto, aponta-se o Direito como uma das formas de identificar os inúmeros elementos que levam o indivíduo a contrair dívidas superiores às suas possibilidades financeiras. Aqui, o exame dessa problemática dá-se sob a abordagem das implicações subjetivas do superendividamento, do papel da mídia e da publicidade em seus arranjos, bem como dos conflitos sociais que gera e o papel da mediação.

Biografia do Autor

Mauro José Gaglietti

Doutor em História pela PUCRS. Mestre em Ciência Política pela UFRGS.
Graduado e Especialista em História pela UFSM. Professor do Mestrado
em Direito na URI (Santo Ângelo, RS). Professor dos Cursos de Direito da IMED (Passo Fundo, RS).
URI (Santo Ângelo, RS) e FAI (Santa Catarina).

Daeane Zulian Dorst

Mestre em Direito pela URI-Santo Ângelo/RS. Professora e Pesquisadora
da Universidade Federal de Rondônia na UNIR, Cacoal, RO.

Publicado
23-08-2018
Edição
Seção
Processo Civil de Consumo: Diálogo com o Novo CPC