A publicidade na dinâmica da pós-modernidade e seu impacto na função social e na função solidária da empresa

  • Guilherme Aparecido Da Rocha
  • Mariana Ribeiro Santiago
Palavras-chave: Função social da empresa – Função solidária da empresa – Publicidade – Sociedade pós-moderna.

Resumo

O presente artigo analisa as funções da empresa na sociedade pós-moderna, o que demanda um estudo compatível sobre o processo de desenvolvimento proporcionado pela globalização. Para tanto, pesquisou-se os conceitos e distinções entre função social e solidária da empresa, bem como os impactos de tais ideias em matéria de publicidade. Em conclusão, observou-se que o sistema de regulamentação da publicidade no Brasil precisa ser rediscutido e, dessa vez, à luz da realidade pós-moderna, ao mesmo tempo em que a própria sociedade de consumo começa a apresentar métodos que tendem a forçar as empresas a rever suas práticas publicitárias. O método de abordagem utilizado na pesquisa foi o dialético jurídico, paralelamente aos métodos de pesquisa bibliográfico e documental, inclusive com recurso a encíclicas papais.

Biografia do Autor

Guilherme Aparecido Da Rocha

Mestrando em Direito pela Universidade de Marília – UNIMAR. Pós-graduado em Direito Tributário pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Pós-graduado em Direito Civil, Processual Civil e do Trabalho pela Instituição Toledo de Ensino. Professor das Faculdades Gran Tietê e Galileu. Procurador da Câmara Municipal de Jahu. Autor e Coordenador de obras jurídicas.

 

Mariana Ribeiro Santiago

Doutora e mestre em Direito das Relações Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP. Especialista em Contratos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP. Professora do Programa de Mestrado em Direito da Universidade de Marília – UNIMAR. Editora-chefe de Revistas e Autora de livros e artigos jurídicos. Advogada.

 

Publicado
22-08-2020
Edição
Seção
Sociedade de informação e novos temas